"Quero ser mãe de um menino...

Eu sou mãe de primeira viagem....carrego para você o mundo em minha bagagem. De repente, vi tudo mudar... tudo é novo, você vai chegar!!!!Nossa história começa assim: tenho você aqui dentro de mim... se tenho razão pra viver, é porque amo você...
Duas vidas e um caminho pra se viver,se eu fosse escolher, escolheria você... Tudo é lindo, não dá pra explicar!!! Vejo a vida agora começar... Estou tão feliz...

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

26ª semana

O 6º mês de gestação chegou. E com ele o fim do 2º trimestre da gravidez.
O bebé mede 31 cm e pesa cerca de 800 g.
O seu útero deverá medir aproximadamente 24-26 cm e estar cerca de 3 dedos (cerca de 7 cm) acima do umbigo. É freqüente que ele apresente contrações e relaxe rapidamente; não entre em pânico.
Possivelmente está a ter as contrações de "Braxton Hicks". Elas são normais, indolores e acontecem em intervalos irregulares. Elas representam um tipo de preparo uterino para o parto, que ainda está longe. Não esqueça que o útero é um órgão muscular, e como tal apresenta discretas e rápidas contrações, sem provocar a dilatação do colo uterino ou parto.

O feto mede, sensivelmente, 23 cm da cabeça às ancas. Faz os movimentos próprios da respiração, mas não tem ar nos pulmões, o que é natural, pois está submerso em líquido amniótico.
Se se apontar uma luz ao abdómen da grávida o feto reage, virando-se. Esta atitude significa, de acordo com investigadores, que o nervo optico está operacional.
Os vasos sangüíneos começaram a proliferar nos pulmões na última semana, os pequenos sacos de ar pulmonares (alvéolos) terminam sua formação nesta semana.
Os pulmões continuam a produzir surfactante (um tipo de substância semelhante ao sabão) que permite a sua expansão durante a respiração.
Ao lado do crescimento pulmonar, o cérebro continua a aperfeiçoar a atividade de ondas cerebrais para os sistemas visual e auditivo.
Os seus olhos estão bem abertos. Ainda é magro, mas já existe bastante gordura depositada subcutaneamente. Os movimentos ainda são visíveis e vigorosos e a sua pele ainda é vermelha.
O rosto está cada vez mais definido com as feições que vai ter quando nascer.
Os pulmões ainda estão a crescer. A sua audição está completamente desenvolvida


O bebé já produz mecónio, uma substância verde escura que é excretada nos primeiros dias de vida.
Algumas marcas de nascença podem surgir nesta fase.
A chance de sobreviver aumenta dia a dia a partir de agora.

Poderá aparecer a chamada linha negra que vai desde o osso púbico até quase ao seu umbigo.
É natural que a grávida sinta dores e dormência nas mãos dedos e pulsos.
É importante que, durante a gravidez, sejam efectuados diversos testes de rotina. Um desses testes é o da tolerância à glucose, a fim de verificar se a grávida sofre de diabetes gestacional.
Pode começar a sentir dores nas costelas à medida que o seu bebé cresce e é empurrado na direcção do seu tórax. Esta pressão pode também ser causadora de indigestão e de azia.
Não se preocupe por continuar a engordar, pois isso é natural A partir de agora a grávida precisa de cerca de 300 calorias adicionais por dia. Faça as contas para não exceder.

Se ainda não fez, não se esqueça que é preciso preparar, pintar ou decorar o quarto. Durante a pintura a mãe deve ser mantida afastada dele. O pai junto com ela deve procurar uma maneira divertida de fazer as coisas. Afinal de contas esse acontecimento é mais ou menos raro.
O pai pode e deve a acostumar-se desde já a dedicar alguns minutos do seu tempo ao seu filho dando miminhos na barriga da mãe e conversando com ele.


http://bebes.clix.pt/
http://www.clinicafgo.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário