"Quero ser mãe de um menino...

Eu sou mãe de primeira viagem....carrego para você o mundo em minha bagagem. De repente, vi tudo mudar... tudo é novo, você vai chegar!!!!Nossa história começa assim: tenho você aqui dentro de mim... se tenho razão pra viver, é porque amo você...
Duas vidas e um caminho pra se viver,se eu fosse escolher, escolheria você... Tudo é lindo, não dá pra explicar!!! Vejo a vida agora começar... Estou tão feliz...

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

35 semanas e 2 dias...

Apesar das dores e da dificuldade para dormir continuamos persistentes eu e o João Henrique... ele ás custas de muitos chute e pontapés com toda certeza...rsrsrs

Ja que estamos correndo contra o tempo esse fim de semana vamos fazer as lembrancinhas dele e terminar os ultimos detalhes do quarto. Apesar de tudo a malinha dele ja esta pronta, só falta fazer a minha...

Achei algumas frases para a lembrancinha e vou compartilhar caso alguem também esteja procurando.

 “No dia (data), o * aterrisou na nossa vida e vai ficar para sempre!”

 “Hoje brilhou nosso raiozinho! (nome e data)”

 “A cegonha passou por aqui e deixou um pacotinho...nele estava o (nome) (data).”

 “Em nossa vida: felicidade; Em nossa casa: amor; Em nossos rostos: sorrisos; Em nossos braços: (nome) (data)”

 “Um nascimento representa o princípio de todo - é o milagre do presente e a esperança do futuro. (nome e data)”

 “Cheguei para perfumar a vida do papai e da mamãe!”

 “Obrigada por estar presente nesse dia tão especial!”

 “Cheguei para a alegria do papai, da mamãe e de toda a família.”

 “Ainda não me dei conta de que cheguei ao mundo, porém já me tornei mundo de alguém. (nome e data).”

 É um menino! Seu nome é (nome) e chegou no dia (data). Obrigado pela visita!

 (nome do pai) e (nome da mãe) produções orgulhosamente apresentam: (nome) que estreiou no dia (data)

 Agradeço os presentes, o carinho e a presença. E a você que veio me visitar ofereço esta lembrança. (nome e data)

 Eu vim para arrasar e encher a vida deles de alegria! Valeu pela visita! (nome e data)

 Hoje as flores têm uma cor especial, os pássaros cantam mais, o sol brilha com uma nova força e esta noite as estrelas sorrirão pelo nascimento do (a) (nome), o nosso bebê. (data)

 -O milagre de um nascimento é um tesouro único que queremos partilhar com você. (nome e data

Ate amanhã escolho minha frase e coloco a fotinha da lembrancinha pronta...
Depois volto com calma pois fiquei devendo o relato do chá de fralda que foi no domingo...

sábado, 22 de janeiro de 2011

33 semanas e 4 dias...

As dores que começaram na quinta feira dia 20 estão continuas. A cólica é persistente e agora vem acompanhada de fincadas em baixo do ventre.
Ao mesmo tempo em que sinto uma enorme vontade de ter meu filho nos braços tambem tenho medo que ele venha prematuro e tenha que ficar longe dele, queria que ele esperasse pelo menos mais 3 semanas.

VEM NA SUA HORA JOÃO HENRIQUE...VEM NO SEU TEMPO MEU FILHO!!!!

São 17horas de sábado e é véspera do meu aniversário, a dor persiste e eu não queria ter que ir pro hospital, eu sei que ainda não é a hora dele.

Ele ja ta encaixadinho, e talvez este seja um dos motivos das dores que eu estou sentindo. Cada vez que ele mexe o pé em cima eu sinto uma forte fincada embaixo.

Tenho fé que ele há de esperar o momento certo.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

32 Semanas de Gestação

Realmente pode ser difícil de acreditar, mas neste momento só faltam 8 semanas para finalmente você poder segurar o seu bebê no colo e enchê-lo de mimos.

Nesta fase da sua gestação, você entrou em um período em que qualquer indicação ou dor, pode ser indício de um trabalho de parto. Por isso, a partir desta semana você deverá ficar muito mais atenta.

Geralmente, esta é a semana em que começa a surgir um monte de dúvidas sobre o parto. Como certamente o seu médico vai querer ver você com mais freqüência durante este período, aproveite para sanar todas as suas dúvidas.

Enquanto o grande momento não chega, continue lendo e aproveite para saber as alterações que podem ocorre com o seu corpo e as novidades sobre o desenvolvimento do seu bebê. Acompanhe:

Desenvolvimento do seu bebê
Nesta semana o seu bebê começará a passar por um processo de rápido ganho de peso, e continuará crescendo. Até o final desta semana ele poderá estar pensado 1,8 Kg e medindo cerca de 31 cm de comprimento.

Você provavelmente já deve ter notado uma certa diminuição dos movimentos do seu bebê durante esta semana. Isso acontece devido ao rápido desenvolvimento que o seu bebê vem apresentando, fazendo com que o espaço que ele ocupa dentro do útero fique mais apertado, assim, dificultando que ele ou ela realize alguns movimentos. Mas, mesmo assim o seu bebê continuará a dar chutinhos e soquinhos. Se isso não acontecer, você deverá avisar ao seu médico imediatamente.

Diferente de alguns anos atrás, hoje os cientistas acreditam que há poucas diferenças entre um feto de 32 semanas e um bebê recém-nascido. Antigamente, pensava-se que o desenvolvimento mental só era possível após o nascimento. Mas agora, os cientistas acreditam que os bebês que estão nesta fase de gestação podem ser capazes de pensar e até mesmo criarem lembranças.

Durante esta semana o seu bebê pode começar a posicionar-se para o nascimento, isto é, com a sua cabeça para baixo. Se o seu bebê não se posicionar para baixo, ainda haverá bastante tempo para que ele ou ela possa mudar de posição.

Os toques finais da aparência do seu bebê estão quase prontos. As pálpebras, sobrancelhas e os cabelos da cabeça estão bem nítidos. O cabelo lanugem que cobriu o corpinho do seu bebê desde o segundo trimestre está começando a cair, e cada vez mais a aparência do seu bebê se aproxima ao de um bebê recém-nascido.

Alterações no seu corpo
Neste período da sua gestação, o seu útero pode estar medindo cerca de 5 cm acima do seu umbigo, e fazendo com que os seus órgãos sejam pressionados. Devido à isso, você pode começar algumas incomodações tais como azia e constipação.

Há alguns truques para minimizar esses incômodos. A azia por exemplo, você deverá começar a fazer pequenas refeições, ao invés de uma única refeição grande. A constipação poderá ser minimizada através de alimentos ricos em fibras e bebendo bastante água. Se você ainda se sentir desconfortável e não conseguir evacuar sem dor, peça para que o seu médico indique um laxante sem contra-indicações para gestantes.

Seu corpo está começando a produzir um hormônio chamado relaxina. Esse hormônio será responsável por tornar a pélvis mais amolecida, proporcionando a flexibilidade necessária para o parto. A relaxina também pode provocar inchaço nos pés. No entanto, você não deve se preocupar, pois o inchaço é temporário.

Seus seios podem começar a secretar pequenas quantidades de leite, chamado de colostro. Esse leite, será responsável por nutrir e proteger o seu bebê contra infecções durante os primeiros dias de vida.

Fazer exercícios físicos durante este período ainda é muito importante para você. No entanto, você não deve fazer exercícios que requerem muito esforço, e sim exercícios leves. Experimente fazer exercícios leves como natação, alongamento ou uma boa caminhada.

31ª semana

A medida do feto essa semana é de 28cm e já pesa 1600g.

A estrutura óssea do bebê se fortalece. A íris que era opaca torna-se colorida. Agora o crescimento irá diminuir, o bebê ganhará peso. Conforme o bebê vai crescendo e precisando mais de espaço dentro do útero, o líquido amniótico diminui.

Nessa fase de gestação, a mamãe ainda vai sentir dores nas costas, pois os músculos de sustentação começam a contrair e relaxar.

O útero está a 11cm acima do umbigo. Dormir de maneira agradável fica cada dia mais difícil. Está chegando o dia!

Segurança
Sua barriga está grande e redonda e ao usar o carro o cinto de segurança é extremamente desconfortável, não é?

Lembre-se que o cinto é um equipamento para sua segurança e obrigatório.

Para melhor acomodação, o cinto deve ser de três pontos e use-o na altura dos quadris, abaixo da barriga. Ajuste-o para não te machucar.

Não esqueça que daqui algumas semanas um pequeno ser também usufruirá o carro e também precisa de segurança. A cadeirinha de carro é um dos equipamentos mais importantes, pois o bebê irá usá-la logo que sair da maternidade.

Pode ter certeza que o bebê estará mais protegido na cadeirinha do que em seus braços.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

30ª semana

A medida do bebê deve estar em torno de 27cm e seu peso 1350g.

O bebê já passa a ficar na posição do parto normal, isto é, de cabeça para baixo. Nas menininhas, o clitóris está bem à vista, pois os pequenos lábios ainda não o cobriram.

Nesse terceiro trimestre, o bebê precisa de muitos nutrientes. Faça uma alimentação saudável.

A mamãe poderá sentir-se incomodada ao dormir. A posição ideal é deitar-se do lado esquerdo, porque exige menos esforço e facilita a circulação placentária.

Chá de bebê
Vai realizar o chá de bebê? Então está na hora de começar a idealizá-lo. Primeiro decida quem vai convidar e os presentes que estão faltando no enxoval do bebê ou que deseja ganhar.

Em seguida, escolha alguém para organizar tudo isso para você, já que não pode saber o que vai ganhar de quem.

Divirta-se!

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Parto Humanizado

A humanização do parto não significa mais uma nova técnica ou mais conhecimento, mas, sim, o respeito à fisiologia do parto e à mulher.

Muitos hospitais e serviços médicos ignoram as regulamentações exigidas pela Organização Mundial de Saúde e Ministério da Saúde, seja por querer todo o controle da situação do parto, por conveniência dos hospitais em desocupar leitos mais rápido ou por comodidade de médicos e mulheres em que no mundo atual não se pode perder muito tempo.

Mas a ciência vem comprovando que o excesso de intervenções tecnológicas durante o parto pode não ser tão seguro em partos de baixo risco.

Já se provou que as parteiras são mais seguras que os médicos nos nascimentos de baixo risco, e que neste mesmo nascimento de baixo risco o parto domiciliar ou em Casas de Parto são tão seguros quanto os realizados nos hospitais e maternidades, com a vantagem de não realizarem tantas intervenções, pois o parto é mais natural.

O acompanhamento familiar deixa a parturiente mais tranqüila, tornando o parto mais seguro, ao constatar que a equipe especializada dos hospitais não consegue oferecer o suporte emocional que a parturiente necessita.

A posição deitada substituiu o parto vertical para melhor controle médico, mas a posição vertical é mais segura tanto para a mamãe quanto para o bebê, além de ser mais rápida. A presença do bebê junto à mãe após o parto é tão ou mais importante para o vínculo afetivo dos dois do que os exames realizados no bebê depois do parto e longe da mãe.

Mais do que após o parto, a presença do bebê junto à genitora no quarto é fundamental para o conhecimento de ambos, maior vínculo afetivo e amamentação prolongada. O leite artificial substituiu o leite materno e está provado que o aleitamento materno é superior nas suas qualidades.

Humanizar o parto é dar liberdade às escolhas da mulher, prestar um atendimento focado em suas necessidades, e não em crenças e mitos. O médico deve mostrar todas as opções que a mulher tem de escolha baseado na história do pré-natal e desenvolvimento fetal e acompanhar essas escolhas, intervindo o menos possível.

É a mulher que deve escolher onde ter o bebê, qual acompanhante quer ao seu lado na hora do trabalho de parto e no parto, liberdade de movimentação antes do parto e em que posição é melhor na hora do nascimento, direito de ser bem atendida e amamentar na primeira meia hora de vida do bebê. Para isso, é fundamental o pré-natal.

A dor é entendida como uma função fisiológica normal que pode ser aliviada com métodos não-farmacológicos amplamente embasados, mas não quer dizer que a mulher não tenha a escolha de optar pelo uso de analgesia.

Isso não significa que o parto cesárea ou com intervenção médica não possa ser humanizado. O parto cesárea existe para salvar vidas, mas não deve ser a grande maioria dos partos como acontece hoje e sim como em último caso. Isso também deveria acontecer com as intervenções médicas que somente devem ser aplicadas quando necessárias ou quando de escolha da mulher se bem orientada quanto a essas intervenções.

O Parto Humanizado significa direcionar toda atenção às necessidades da mulher e dar-lhe o controle da situação na hora do nascimento, mostrando as opções de escolha baseados na ciência e nos direitos que tem.

http://guiadobebe.uol.com.br/parto/parto_humanizado.htm

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

26ª semana

O 6º mês de gestação chegou. E com ele o fim do 2º trimestre da gravidez.
O bebé mede 31 cm e pesa cerca de 800 g.
O seu útero deverá medir aproximadamente 24-26 cm e estar cerca de 3 dedos (cerca de 7 cm) acima do umbigo. É freqüente que ele apresente contrações e relaxe rapidamente; não entre em pânico.
Possivelmente está a ter as contrações de "Braxton Hicks". Elas são normais, indolores e acontecem em intervalos irregulares. Elas representam um tipo de preparo uterino para o parto, que ainda está longe. Não esqueça que o útero é um órgão muscular, e como tal apresenta discretas e rápidas contrações, sem provocar a dilatação do colo uterino ou parto.

O feto mede, sensivelmente, 23 cm da cabeça às ancas. Faz os movimentos próprios da respiração, mas não tem ar nos pulmões, o que é natural, pois está submerso em líquido amniótico.
Se se apontar uma luz ao abdómen da grávida o feto reage, virando-se. Esta atitude significa, de acordo com investigadores, que o nervo optico está operacional.
Os vasos sangüíneos começaram a proliferar nos pulmões na última semana, os pequenos sacos de ar pulmonares (alvéolos) terminam sua formação nesta semana.
Os pulmões continuam a produzir surfactante (um tipo de substância semelhante ao sabão) que permite a sua expansão durante a respiração.
Ao lado do crescimento pulmonar, o cérebro continua a aperfeiçoar a atividade de ondas cerebrais para os sistemas visual e auditivo.
Os seus olhos estão bem abertos. Ainda é magro, mas já existe bastante gordura depositada subcutaneamente. Os movimentos ainda são visíveis e vigorosos e a sua pele ainda é vermelha.
O rosto está cada vez mais definido com as feições que vai ter quando nascer.
Os pulmões ainda estão a crescer. A sua audição está completamente desenvolvida


O bebé já produz mecónio, uma substância verde escura que é excretada nos primeiros dias de vida.
Algumas marcas de nascença podem surgir nesta fase.
A chance de sobreviver aumenta dia a dia a partir de agora.

Poderá aparecer a chamada linha negra que vai desde o osso púbico até quase ao seu umbigo.
É natural que a grávida sinta dores e dormência nas mãos dedos e pulsos.
É importante que, durante a gravidez, sejam efectuados diversos testes de rotina. Um desses testes é o da tolerância à glucose, a fim de verificar se a grávida sofre de diabetes gestacional.
Pode começar a sentir dores nas costelas à medida que o seu bebé cresce e é empurrado na direcção do seu tórax. Esta pressão pode também ser causadora de indigestão e de azia.
Não se preocupe por continuar a engordar, pois isso é natural A partir de agora a grávida precisa de cerca de 300 calorias adicionais por dia. Faça as contas para não exceder.

Se ainda não fez, não se esqueça que é preciso preparar, pintar ou decorar o quarto. Durante a pintura a mãe deve ser mantida afastada dele. O pai junto com ela deve procurar uma maneira divertida de fazer as coisas. Afinal de contas esse acontecimento é mais ou menos raro.
O pai pode e deve a acostumar-se desde já a dedicar alguns minutos do seu tempo ao seu filho dando miminhos na barriga da mãe e conversando com ele.


http://bebes.clix.pt/
http://www.clinicafgo.com.br/